Catálogos
Os Catálogos são usados para definir a comunicação/ligação entre a plataforma GoGest e as Base de Dados dos ERPs.
Um Catálogo define a ligação entre as Entidades GoGest (GG*****) com as tabelas da Base de Dados do ERP indicado.
Permite fazer uma associação direta entre campos individualmente, ou se pretender, definir a constituição de campos da Entidade GoGest, através de operações em SQL sobre a Base de Dados do ERP.
Desta forma é possível indicar quais os campos, para cada tabela, que pretendemos interligar com a plataforma GoGest. Assim como agrupar informação de várias tabelas numa única Entidade GoGest.
A plataforma GoGest utiliza, de forma automática, um Catálogo Geral por cada versão de ERP disponível. Deste modo, uma Base de Dados, assim que adicionada à plataforma GoGest, passa a utilizar esse Catálogo na interligação com a plataforma GoGest.
A hes-inovação, ou um Agente GoGest, pode criar/adaptar um Catálogo para casos mais específicos, e posteriormente, solicitar que esse Catálogo seja associado à Base de Dados que pretenda.
Os Catálogos são enviados para a máquina servidora da empresa onde o GoGest Agent está instalado. Assim, desde que a máquina servidora da empresa esteja online, é possível interagir com a informação do ERP através dos Catálogos com segurança, sem que exista uma ligação remota para acesso direto às tabelas da Base de Dados do ERP.
Para aceder a esta área, basta ir a:
Menu de Navegação ⟶ secção Administração ⟶ Configurações ⟶ Catálogos.
Adicionar campos a cada Entidade incluída no Catálogo em utilização.
(Re)Definir as instruções SQL que operam sempre que ocorra uma alteração de registos (Novo / Editar / Apagar).

Métodos

(Re)Definir as instruções que operam sempre que ocorra uma utilização dos Métodos definidos.

Campos de Utilizador

A plataforma GoGest permite adicionar novos campos para cada entidade do catálogo em utilização, denominados 'campos de utilizador'.
Para encontrar os campos de utilizador, basta aceder às configurações de administração e no separador dos catálogos, selecionar campos de utilizador.
Pode aceder à sua utilização da seguinte forma:
  • Aceder às configurações de administração e selecionar campos de utilizador na seção dos catálogos.
  • Será apresentada a lista com todos os campos de utilizador, na qual poderão ser feitas operações, tais como adicionar um novo registo, atualizar ou adicionar aos favoritos.
Nesta imagem pode verificar-se uma breve representação de alguns campos de utilizador.
Could not load image
Campos de utilizador
Observação: Para adicionar/visualizar/editar um campo de utilizador, deve selecionar primeiro a entidade pretendida na respetiva listagem.

Detalhe Campos de Utilizador

Neste ecrã poderá visualizar todos os detalhes de utilizador disponíveis para edição/adição.
Could not load image
Detalhes dos campos do utilizador
Observação: Para editar um campo de utilizador basta entrar no modo Editar Registo através do ícone

Adicionar/Editar Campos

Ao entrar no modo de Editar Registo
passa a estar disponível para editar todos os campos de utilizador.
Editar Campos

Campos

  • Entidade BaseRepresenta a entidade base em letras maiúsculas.
  • EntidadeRepresenta a entidade em letras minúsculas.
  • Nome do campoRepresenta o nome do campo de utilizador a criar.
  • DescriçãoDescrição do campo de utilizador.
  • ExpressãoExpressão SQL que define o valor do campo. Ao preencher o campo expressão, após guardar, o campo de utilizador passa a estar ativo.
Deve ter em atenção que uma Expressão SQL incorreta, resultará num erro, detetável apenas quando tentar visualizar uma listagem que inclua esse campo, ficando esta bloqueada enquanto o erro permanecer.
Observação: Para redimensionar o campo 'expressão' clique no canto
  • OrdemRepresenta a ordem na qual os campos aparecerão nos detalhes da listagem.
  • InactivoDesativa o campo, deixando de aparecer nos detalhes da listagem.
Para poder finalmente utilizar o novo campo, é necessário fazer Login novamente. Terá então o seu campo na listagem corretamente.

Tipologia

  • TipoTipo do campo de utilizador.
  • TamanhoTamanho do campo.
  • PrecisãoPrecisão do campo.

Regras

  • Excluir MobileFaz com que não apareça na versão Mobile.
  • Obrigatório Torna o campo obrigatório de se preencher.
  • AvisoAviso de erro.
Could not load image
Aviso: Campos obrigatórios por preencher

Erro de campo obrigatório! Mensagem de erro caso um campo marcado como obrigatório não esteja preenchido.

  • DocumentosEste campo apenas fica disponível nas séries do documentos indicadas, se o campo for vazio fica disponível para todas. Indicar as diferentes séries de documentos separadas por virgula. Apenas válido para as entidades GGDOCINT, GGDOCFACT e GGRECIBOS.

Valores

  • Valores por defeitoValor por definição do campo.
  • Lista de valoresLista de valores por definição.
  • MultiselectFaz com que a lista permita multiselecção.
Se pretender utilizar um multiselect terá de se selecionar essa opção e ter uma listagem de valores, que pode ser feita através de uma expressão sql de exemplo: select nome from cl order by nome. Irão aparecer os nomes da tabela cliente, ordenados alfabeticamente.
Será obtido então, o seguinte resultado...
Could not load image
Exemplo de um MultiSelect com SQL

Dados RGPD

  • TipoProteção de dados.

Listagem dos campos de utilizador adicionados

Após definir os campos de utilizador, os mesmos passam a estar disponíveis na vista de detalhes da entidade, através do separador campos utilizador.
Assim como também passam a estar disponíveis na criação de listagens de ecrã da respetiva entidade.
Para aceder às listagens, deve-se aceder em ERP Online ao separador Gestão.
Listagem completa
Could not load image
Listagem
Detalhes dos campos de utilizador
No separador campos de utilizador da listagem, encontram-se os detalhes dos respetivos campos criados.
Pode aceder a múltiplas funcionalidades para criar ou editar um novo registo.
Could not load image
Detalhes

Erros de criação de campo de utilizador

Deve ter em atenção que ao adicionar um campo de utilizador, caso a Expressão SQL introduzida falhe, sempre que tentar aceder ao campo de utilizador resultará numa falha na listagem dos campos.
Erro a produzir a lista, derivado do erro da expressão SQL.
Could not load image
Dados indisponíveis na tabela
Erro na listagem dos campos.
Could not load image
Registo não disponível
Se quiser saber quais foram os erros, poderá aceder à sua caixa de notificações no separador Erro SQL ERP e receberá uma mensagem automática com o erro que foi detetado.
Could not load image
Notificações

Operações

Sempre que ocorre uma Operação que altere um registo, a plataforma GoGest utiliza as instruções SQL, definidas nas Operações dos Catálogos, para guardar a alteração ao registo na Base de Dados do ERP.
A utilização das Operações :
  • Da mesma forma que nos Campos de Utilizador é permitido adicionar e definir como se obtém o valor de campos extra, quando estes são editáveis, deve ser definido as instruções SQL que permitam guardar essas alterações na Base de Dados do ERP.
  • Necessidade de alterar/adicionar instruções SQL ao Catálogo em utilização.
Os Catálogos em utilização têm definido instruções SQL para três tipos de Operações que alteram os registos de cada Entidade:
  • Novo
  • Editar
  • Apagar
No entanto, a plataforma GoGest permite ainda que seja alterada a instrução SQL para cada Operação utilizando:
  • Pré-instruções (Pré)
  • Substituições
  • Pos-instruções (Post)
  • Validações
Neste ecrã poderá visualizar todas as Entidades presentes no Catálogo em utilização para as quais é possível configurar as Operações.
Observação: Para adicionar/visualizar/editar uma Operação, deve selecionar aqui primeiro a Entidade que pretende adicionar/visualizar/editar o campo. (ver tópico Detalhes Operação)

Detalhes Operação

Neste ecrã encontra organizado por separadores, as várias Operações disponíveis para a Entidade selecionada.
Os separadores sem instruções, ao serem selecionadas, apresentam apenas o campo de texto vazio. Nesse caso serão aplicadas as instruções SQL contidas no Catálogo.
Os separadores com instruções adicionadas ao Catálogo, ao serem selecionados, apresentam a instrução SQL no campo de texto.
  1. 1.
    Apagar / Editar / Novo - Nova instrução. Quando definida substitui, antes da execução, a instrução existente no Catálogo pela nova instrução.
  2. 2.
    Apagar (Post) / Editar (Post) / Novo (Post) - Instruções que serão adicionadas depois da instrução existente no Catálogo
  3. 3.
    Apagar (Pré) / Editar (Pré) / Novo (Pré) - Instruções que serão adicionadas antes da instrução existente no Catálogo.
  4. 4.
    Validar Apagar / Validar Edição / Validar Novo - Validações verificadas , antes de enviar a operação SQL a ser executada.
Observação:
  • O separador Operações não tem conteúdo.
  • Os restantes separadores disponibilizam um campo de texto, para construção de instruções SQL.
  • Para alterar as instruções terá de entrar em modo de edição através do ícone
    (ver tópico Editar Operações)

Separador sem Instruções

Separador com Instruções

Editar Operação

Ao entrar no modo de Edição passam a estar disponível para edição todos os separadores. Para que uma instrução passe a ser utilizada, basta preencher o campo de texto da respetiva Operação e clicar em Gravar.
Deve ter em atenção que uma instrução SQL incorreta, resultará num erro, detetável apenas quando a Operação definida for executada.
  1. 1.
    Apagar
  2. 2.
    Editar
  3. 3.
    Novo
  4. 6.
  5. 9.
  6. 12.

Apagar

Neste separador pode indicar as instruções SQL que pretende que sejam executadas, na Base de Dados do ERP, sempre que se apague um registo da Entidade selecionada (ex: Apagar Client).
Ter em atenção que ao introduzir uma instrução SQL neste separador, esta Operação irá sobrepor-se à Operação Apagar do Catálogo. Para adicionar instruções SQL às existentes no Catálogo, deve utilizar os separadores Apagar (Pré) e/ou Apagar (Post).
Observação: Ao clicar sobre
será copiado para a caixa de texto uma instrução SQL apenas de exemplo (igual para todas as Entidades).

Editar

Neste separador pode indicar as instruções SQL que pretende que sejam executadas, na Base de Dados do ERP, sempre que se edite um registo da Entidade selecionada (ex: Editar Client)
Ter em atenção que ao introduzir uma instrução SQL neste separador, esta Operação irá sobrepor-se à Operação Editar do Catálogo. Para adicionar instruções SQL às existentes no Catálogo, deve utilizar os separadores Editar (Pré) e/ou Editar (Post).
Observação: Ao clicar sobre
será copiado para a caixa de texto uma instrução SQL apenas de exemplo (igual para todas as Entidades).

Novo

Neste separador pode indicar as instruções SQL que pretende que sejam executadas, na Base de Dados do ERP, sempre que se crie um novo registo da Entidade selecionada (ex: Novo Client)
Ter em atenção que ao introduzir uma instrução SQL neste separador, esta Operação irá sobrepor-se à Operação Novo do Catálogo.
Para adicionar instruções SQL às existentes no Catálogo, deve utilizar os separadores Novo (Pré) e/ou Novo (Post).

Apagar(Post)

Neste separador pode indicar as instruções SQL que pretende que sejam adicionadas depois da Operação Apagar. Garantindo assim também a ordem de execução, na Base de Dados do ERP, sempre que se apague um registo da Entidade selecionada (ex: Apagar Client).
Observação: Ao clicar sobre
será copiado para a caixa de texto uma instrução SQL apenas de exemplo (igual para todas as Entidades).

Editar(Post)

Neste separador pode indicar as instruções SQL que pretende que sejam adicionadas depois da Operação Editar. Garantindo assim também a ordem de execução, na Base de Dados do ERP, sempre que se edite um registo da Entidade selecionada (ex: Editar Client).
Observação: Ao clicar sobre
será copiado para a caixa de texto uma instrução SQL apenas de exemplo (igual para todas as Entidades).

Novo(Post)

Neste separador pode indicar as instruções SQL que pretende que sejam adicionadas depois da Operação Novo. Garantindo assim também a ordem de execução, na Base de Dados do ERP, sempre que se crie um novo registo da Entidade selecionada (ex: Novo Client)
Observação: Ao clicar sobre
será copiado para a caixa de texto uma instrução SQL apenas de exemplo (igual para todas as Entidades).

Apagar(Pré)

Neste separador pode indicar as instruções SQL que pretende que sejam adicionadas antes da Operação Apagar. Garantindo assim também a ordem de execução, na Base de Dados do ERP, sempre que se apague um registo da Entidade selecionada (ex: Apagar Client).
Observação: Ao clicar sobre
será copiado para a caixa de texto uma instrução SQL apenas de exemplo (igual para todas as Entidades).

Editar(Pré)

Neste separador pode indicar as instruções SQL que pretende que sejam adicionadas antes da Operação Editar.Garantindo assim também a ordem de execução, na Base de Dados do ERP, sempre que se edite um registo da Entidade selecionada (ex: Editar Client).
Observação: Ao clicar sobre
será copiado para a caixa de texto uma instrução SQL apenas de exemplo (igual para todas as Entidades).

Novo(Pré)

Neste separador pode indicar as instruções SQL que pretende que sejam adicionadas antes da Operação Editar. Garantindo assim também a ordem de execução, na Base de Dados do ERP, sempre que se crie um novo registo da Entidade selecionada (ex: Novo Client).
Observação: Ao clicar sobre
será copiado para a caixa de texto uma instrução SQL apenas de exemplo (igual para todas as Entidades).

Validar Apagar

Neste separador pode indicar as instruções SQL para validação de campos sempre que se apague um registo da Entidade selecionada, protegendo a execução das instruções SQL na Base de Dados do ERP, (ex: Apagar Client)
Quando Apagar um registo, sempre que a instrução SQL de validação fizer uma inserção numa "@errorTable", a execução da Operação Apagar será interrompida, consoante o tipo de mensagem:
Observação: Ao clicar sobre
será copiado para a caixa de texto uma instrução SQL apenas de exemplo (igual para todas as Entidades)

Validar Edição

Neste separador pode indicar as instruções SQL para validação de campos sempre que se edite um registo da Entidade selecionada, protegendo a execução das instruções SQL na Base de Dados do ERP, (ex: Editar Client)
Quando editar um registo, sempre que a instrução SQL de validação fizer uma inserção numa "@errorTable", a execução da Operação Editar será interrompida, consoante o tipo de mensagem:
Observação: Ao clicar sobre
será copiado para a caixa de texto uma instrução SQL apenas de exemplo (igual para todas as Entidades)

Validar Novo

Neste separador pode indicar as instruções SQL para validação de campos sempre que se crie um novo registo da Entidade selecionada, protegendo a execução das instruções SQL na Base de Dados do ERP, (ex: Novo Client)
Quando criar um novo registo, sempre que a instrução SQL de validação fizer uma inserção numa "@errorTable", a execução da Operação Novo será interrompida, consoante o tipo de mensagem:
Observação: Ao clicar sobre
será copiado para a caixa de texto uma instrução SQL apenas de exemplo (igual para todas as Entidades)

Exemplos de Mensagem de Erro provocados por Validação

Neste exemplo a instrução SQL em Validar Novo verifica algumas condições para o campo N.º Contribuinte, antes das Operações Novo / Novo (Post) / Novo (Pré) serem executadas.
Neste exemplo o N.º Contribuinte pode originar dois tipos de validações:
  • Erro - impossível efetuar as Operações Novo / Novo (Post) / Novo (Pré).
  • Aviso - possibilidade de ignorar o alerta e efetuar as Operações Novo / Novo (Post) / Novo (Pré).
@errorTable(msgError) Exemplo em que o campo vazio origina uma mensagem de ERRO
@errorTable(msgWarning) Exemplo em que o campo origina uma mensagem de AVISO

Erros provocados por Instruções SQL que falhem na execução

Deve ter em atenção que ao adicionar uma Operação, caso a instrução SQL introduzida falhe, sempre que tentar efetuar a Operação resultará numa mensagem de erro. Ficando indisponível a sua realização até que o erro seja corregido.
Exemplo de um erro ao tentar efetuar uma Operação que inclui uma instrução SQL incorreta

Métodos

A plataforma GoGest inclui alguns Métodos, passíveis de reconfigurar, para que a utilização da aplicação seja mais flexível e eficiente.
  • GetActualStock - Devolve informação sobre o stock atual;
  • GetCustomerSales - Devolve informação sobre as vendas dos últimos 3 meses, Ano Atual e Ano Anterior de um dado Cliente;
  • GetLastPrice - Devolve informação dos últimos Preços de venda de um dado Artigo a um cliente;
  • GetProductPrice - Devolve informação de Preço do Artigo por Cliente, Documento, Quantidade, Data, Armazém;
  • GetSuggestions - Devolve Sugestões de Produtos para um dado Cliente.
Utilização dos Métodos em:
Ao aceder à configuração dos Métodos inicialmente, enquanto não configurar nenhum Método, terá uma tabela sem registos. Nesse caso os Métodos utilizados serão os predefinidos nos Catálogos.
Pode reconfigurar os métodos clicando no ícon de Novo Registo para criar um Método. Após criar um método, o mesmo passará a estar disponível na tabela de Métodos.
Observação: Para visualizar/editar um Método, deve selecionar aqui primeiro o Método que pretende visualizar/editar. (ver tópico Detalhe Operações)

GetActualStock

Devolve informação sobre o stock atual do produto selecionado. O Método deve ser definido de modo a devolver os seguintes campos:
  • stock - Stock total do artigo
  • armazem - Identificação do armazém
  • stockarm - Stock existente por ármazem
/** Exemplo de um Método SQL para GetActualStock**/
Query aqui
Query aqui
Exemplo de um Método SQL para GetActualStock

GetCustomerSales

Devolve informação sobre as vendas a um dado Cliente. O Método deve ser definido de modo a obter os seguintes campos:
  • total3m - Total de vendas nos últimos 3 meses.
  • totaln - Total de vendas no presente ano.
  • totaln1 - Total de vendas no último ano.
Exemplo de um Método SQL para GetCustomerSales

GetLastPrice

Devolve informação dos últimos Preços de venda de um dado Artigo a um cliente. O Método deve ser definido de modo a obter os seguintes campos:
  • ggft_nmdoc - Nome do Documento
  • ggft_fno - Nº do Documento
  • ggft_datadoc - Data do Documento
  • ggfi_qtt - Quantidade vendida do Artigo no Documento
  • ggfi_epv - Preço de Venda Unitário no Documento
  • ggfi_desc1 - Desconto 1 atribuído ao Artigo no Documento
  • ggfi_desc2 - Desconto 2 atribuído ao Artigo no Documento
  • ggfi_desc3 - Desconto 3 atribuído ao Artigo no Documento
  • ggfi_desc4 - Desconto 4 atribuído ao Artigo no Documento
  • ggfi_desc5 - Desconto 5 atribuído ao Artigo no Documento
  • ggfi_desc6 - Desconto 6 atribuído ao Artigo no Documento
Exemplo de um Método SQL GetLastPrice

GetProductPrice

Devolve informação de Preço do Artigo por Cliente, Documento, Quantidade, Data, Armazém. O Método deve ser definido de modo a obter os seguintes campos:
  • vunit - Valor Unitário do Artigo
  • desc1 - Desconto 1 atribuído ao Artigo no Documento
  • desc2 - Desconto 2 atribuído ao Artigo no Documento
  • desc3 - Desconto 3 atribuído ao Artigo no Documento
  • desc4 - Desconto 4 atribuído ao Artigo no Documento
  • desc5 - Desconto 5 atribuído ao Artigo no Documento
  • desc6 - Desconto 6 atribuído ao Artigo no Documento
  • ivaincl - Identifica se o valor unitário inclui o IVA
  • datavalini - Data de Validade Inicial
  • datavalfim - Data de Validade Final
  • prioridade - Prioridade
  • no - Nº Cliente
  • tabela - Tabela onde foi obtido o Preço
  • iva - Taxa de IVA
  • tabiva - Tabela de IVA
Exemplo de um Método SQL para GetProductPrice

GetSuggestions

Devolve Sugestões de Produtos para um dado Cliente. O Método deve ser definido de modo a obter os seguintes campos:
  • ggpn_ref - Nome do Documento
  • ggpn_fdata - Data do Documento
  • ggpn_qtt - Quantidade Vendida
  • ggpn_epv - Preço de Venda Unitário
  • ggpn_desc1 - Desconto 1
  • ggpn_desc2 - Desconto 2
  • ggpn_desc3 - Desconto 3
  • ggpn_desc4 - Desconto 4
  • ggpn_desc5 - Desconto 5
  • ggpn_desc6 - Desconto 6
Exemplo de um Método SQL para GetSuggestions

Utilização dos Métodos na aplicação Mobile

Utilização dos Métodos na aplicação Web

O Método GetCustomerSales será chamado sempre que visualizar os detalhes de um cliente, na secção vendas, como mostra a figura.
O Método GetProductPrice será chamado sempre que adicionar um Artigo a um Documento. Como mostra a figura.
O Método GetSuggestions será chamado sempre que o utilizador carregar sobre a opção Sugestões para adicionar um artigo a um Documento, como mostra a figura.

Detalhe Métodos

Neste ecrã poderá visualizar para o Método selecionado:
  • Dados Principais - Definição do Método SQL a utilizar.
  • Parâmetros - Identificação dos parâmetros disponíveis para utilização no Método SQL.
  • Instruções - Identificação dos valores e nome de campos a devolver no Método SQL.

Dados Principais

Neste separador estão disponíveis as instruções SQL para definição do Método SQL.
Assim que é criado um Método, apesar de inicialmente estar vazio (sem instruções SQL), o Método passa a ser utilizado em substituição do Método predefinido no Catálogo.
Por isso, sempre que tenha um campo Método SQL por preencher deve defini-lo. Ou se pretender voltar a usar o Método predefinido no Catálogo, eliminando o Método em
As instruções SQL pode utilizar também os valores definidos pelo utilizador para alguns parâmetros, que estão identificados no separador Parametros.
O Método SQL deve devolver os campos definidos conforme a informação contida no separador Instruções.
Observação: Para alterar o Método SQL terá de entrar em modo de edição através do ícone
(ver tópico Editar Método)

Parâmetros

Neste separador estão identificados os parâmetros, com valor definido em execução pelo utilizador, disponíveis para a construção do Método SQL.
Os seus valores correspondem aos valores selecionados pelo utilizador, de forma a poder filtrar a informação consoante, por exemplo, o cliente, a referência do produto, a quantidade selecionado.
Para aceder ao valor do Parametro deve-se colocar um @ antes, por exemplo:
@no - contem o valor do n.º Cliente selecionado.

Instruções

Neste separador está disponível a informação sobre:
  • Finalidade do Método SQL
  • Campos a devolver pelo Método - O Método SQL deve devolver os campos renomeados para o nome esperado.

Editar Método

Ao clicar em editar registo, a caixa de texto do Método SQL passa a estar disponível para edição.
Deve consultar os separadores Parâmetros e Instruções para construir o Método SQL , consultando os valores disponíveis no Método, assim como os campos que o Método deve devolver, e clicar em Gravar.

Criar Método

Ao clicar no ícon de Novo Registo, acederá a um ecrã para seleção do Método a configurar.
Após escolher o Método deve clicar em Gravar para disponibilizar os separadores de configuração. (ver tópico Detalhe Método).
Deve ter em atenção que após gravar o Método, este passa a ser utilizado de imediato, em substituição do Método predefinido no Catálogo. Para voltar a utilizar o Método predefinido no Catálogo, deve eliminar o Método.

Defaults

Os defaults servem para preencher campos com conteúdos predefinidos, tanto nas entidades como para passar esses valores de entidade para outra entidade.
Para configurar defaults corretamente, acedemos às configurações dos catálogos e de seguida selecionamos o separador de defaults.
Listagem de default
Acedemos à listagem de defaults e selecionamos um para efetuar as seguintes alterações.
Detalhes da listagem de defaults
Dados Principais
  • NomeNome do default.
  • DescriçãoDescrição do default.
  • Entidade OrigemEntidade origem (Se não for selecionada qualquer Entidade de Origem, esta não irá aparecer nos campos de seleção).
  • Entidade DestinoEntidade destino.
  • OrdemOrdem de execução dos defaults.
  • Filtros SQLExpressão SQL para filtragem.
Campos
Para demonstrar o funcionamento de defaults assumiremos quatro campos destino que servirão como exemplo: Nome, Morada, Localidade e Número de contribuinte.
  • Entidade DestinoEntidade para a qual serão enviadas as configurações de default.
  • Campo DestinoCampo que receberá o valor de default.
  • TipoTipo do valor. Pode ser (
    • Campo- Campo normal/
    • Valor Fixo- Valor definido previamente/
    • Variável Global- Variáveis do sistema/
    • SQL Query- Expressão SQL
    • GET
    • POST)
  • Campo Origem/ValorValor a enviar para o campo destino.
Atenção! Note-se que neste exemplo, nos Campos, não teremos Entidade de Origem.
Para verificarmos os campos preenchidos teremos de observar a lista de clientes no separador de Gestão.
De seguida, selecionamos um elemento dessa mesma lista e adicionamos um novo registo.
Listagem de Clientes
Observação: Para adicionar um Novo Registo terá de entrar em modo de adição através do ícone
Ao adicionar um novo registo podemos verificar na imagem seguinte que os campos Nome, Morada, Localidade e Número de contribuinte se encontram preenchidos automaticamente, assim por definição conseguimos preencher campos com informação padrão.
Exemplo de um default

Defaults (2º Exemplo)

Primeiramente utilizamos defaults para preencher campos de uma entidade destino. Neste segundo exemplo usaremos o Default2 da listagem de Defaults para fazer o preenchimento de campos entre uma Entidade de Destino e uma Entidade de Origem.
Listagem de defaults
Como podemos verificar nesta listagem, o default 2 tem uma Entidade Origem e uma Entidade Destino Atribuída.
Dessa forma, consegue atribuir aos parâmetros de destino (que neste caso são os pedidos de assistência), os parâmetros de origem.
Na imagem seguinte conseguimos perceber essa ligação..
Campos
  • Entidade DestinoEntidade para a qual serão enviadas as configurações de default.
  • Campo DestinoCampo que receberá o valor de default.
  • TipoTipo do valor. Pode ser (
    • Campo- Campo normal/
    • Valor Fixo- Valor definido previamente/
    • Variável Global- Variáveis do sistema/
    • SQL Query- Expressão SQL
    • GET
    • POST)
  • Entidade OrigemEntidade que envia o valor de default.
  • Campo Origem/ValorValor a enviar para o campo destino.
Observação: Note-se que nos dados principais, selecionamos uma entidade de Origem (Clientes GGCL) para ser possível atribuir uma entidade de origem à entidade destino.
Como podemos verificar no primeiro exemplo, o campo Nome tem como destino o campo Solução e o campo Morada tem como destino o campo Problema.
Para observarmos o resultado na prática teremos de consultar a listagem de clientes.
Listagem de clientes
Ao acedermos à listagem de clientes, teremos de selecionar um elemento da lista.
Acedemos ao separador Pedidos de Assistência e clicamos no botão "Novo PAT".
Novo pedido de assistência
Ao ser criado um novo pedido de assistência, observarmos na página dos pedidos os seus dados principais e verificamos que o campo Problema e Solução estão previamente preenchidos tal como definido anteriormente.
Assim conseguimos preencher campos com informação predefinida e que pode ser modificada.
Detalhes dos pedidos de assistência
Copy link
On this page
Campos de Utilizador
Operações
Métodos
Campos de Utilizador
Detalhe Campos de Utilizador
Adicionar/Editar Campos
Operações
Detalhes Operação
Editar Operação
Apagar
Editar
Novo
Apagar(Post)
Editar(Post)
Novo(Post)
Apagar(Pré)
Editar(Pré)
Novo(Pré)
Validar Apagar
Validar Edição
Validar Novo
Exemplos de Mensagem de Erro provocados por Validação
Métodos
GetActualStock
GetCustomerSales
GetLastPrice
GetProductPrice
GetSuggestions
Detalhe Métodos
Editar Método
Criar Método
Defaults
Defaults (2º Exemplo)